Novo golpe: Como mulheres estão tirando dinheiro de homens no Tinder

Mulheres já usam aplicativos e sites de relacionamentos para jantar em bons restaurantes, receber serviços gratuitamente, chantagear e enganar homens de várias formas, com perfis verdadeiros ou falsos. A ideia é usar estas possibilidades eletrônicas não para relacionamento de amizade, namoro ou sexo, mas para explorar a boa-fé, carência afetiva, interesse sexual e/ou ingenuidade dos seus alvos.

O novo golpe é espantosamente simples e fácil de aplicar, como mostrou o jornal The Independent.

Aparentemente, tudo começou com Maggie Archer, de 20 anos de idade, estudante universitária no Missouri, EUA.

Ela simplesmente escreveu: “Me envie $5 e veja o que acontece.”

Quando um curioso “combinava” com ela e perguntava sobre a estranha frase, Maggie lhes dizia para enviar dinheiro via Paypal. Para ver “o que acontece.”

Alguns homens até gostavam da brincadeira e mandavam mais dinheiro que o solicitado.

Então, “o que acontece”? Ora, para surpresa e decepção dos ingênuos que caíram no golpe da suposta nova amiguinha Maggie… O que acontece é que eles são excluídos.

Maggie postou sobre seu golpe no Twitter dizendo ter descoberto “o melhor uso possível para o Tinder”:

Várias pessoas compartilharam a postagem de Maggie, riram e foram cumprimentá-la pelo sucesso em tirar dinheiro de homens ingênuos. Algumas jovens mulheres comentam ter experimentado a mesma ideia com sucesso. Um dos que comentam diz: “Espero que isso não se torne viral”, porque então o golpe poderia não funcionar mais. E foi o que aconteceu, viralizou.

Após ter o seu post compartilhado inúmeras vezes no Twitter, Maggie ficou famosa e o seu golpe também. Foi a partir dessa fama que ele passou a ser aplicado também no Brasil.

“É realmente um plano infalível, porque não estou realmente prometendo nada, eu só digo ‘veja o que acontece'”, disse Maggie.

A viralização da postagem de Maggie teve outras consequências. Um representante do Tinder declarou à Buzzfeed que “pedir dinheiro a outros usuários do Tinder viola os nossos Termos de Serviço”.

A conta de Maggie foi excluída pelo Tinder. Ela disse que já tinha deixado de usar e desinstalado o aplicativo pois, segundo ela, após seu golpe ficar conhecido, “perdeu o sentido”. Talvez Maggie não tenha sido tão inteligente assim.

No Brasil você pode pagar R$10,00 para ver “o que acontece”:

Até a publicação desta matéria, não tivemos informações sobre as possíveis consequências judiciais da malandragem. Para denunciar o perfil das golpistas ao Tinder é só clicar no ícone de três pontos, abaixo das fotos à direita.

E nunca é tarde lembrar, claro, que homem tem que deixar de ser paspalho e mulher, deixar de lado o complexo de puta preguiçosa, de puta inútil que quer dinheiro sem fazer nem um boquete. Cabe aos homens e mulheres de vergonha na cara esculachar a estúpida atitude masculina de pagar se antecipar e se superar em pagar coisas para mulheres, só por elas serem mulheres. Vamos tentar deixar de lado esse tipo de vagabundagem feminina e paspalhice masculina? Isso não tem mais lugar em tempos pós-feministas. A cada pessoa que tomar atitude contra a vagabundagem e a paspalhice, e já é uma grande mudança. Fica a proposta.

 

Editado em 07/11/2018.

6 thoughts on “Novo golpe: Como mulheres estão tirando dinheiro de homens no Tinder”

  1. Tadeu De Barcelos Ferreira

    Bom, este é só um dos casos onde o homem, quando dominado pela cabeça de baixo, é capaz de agir completamente irracionalmente, desesperado por companhia feminina: havia aquela notícia de uma guria que seduzia os caras para entrar em seus carros e depois os roubar, apoiada pela sua gangue. Mulheres cosplayers arrancam dinheiro fácil de otários manginas que pensam que ao pagarem para elas bancarem suas fantasias com crowdfunding irão comê-las, e por ai vai… não me admira que tantas mulheres comecem a agir assim, com tantos imbecis bancando elas!

  2. oportunista, sem caráter. não passa de uma ladra “espertinha” deveria ser presa pois pediu dinheiro pra enganar pessoas

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *