Por que sou contra o feminismo

Quando conheci o episódio envolvendo a Nati, eu e outros, tanto correligionários do movimento dos homens quanto politicamente afins, nos aproximamos dela para manifestar apoio, mesmo porque ela foi alvo das já conhecidas ameaças de violência e perseguição profissional e institucional. Qualquer que seja a instância política, o que une os colaboradores do AVfM Br é o respeito, apreço e compaixão por meninos e homens no que é devido, como seres humanos. Fico feliz por cada um dos milhares de apoiadores do MDHM no Brasil. Bem-vinda ao “Uma voz para os homens”, Nati. – Aldir.

 

Eu não sou machista, nem reacionária! Sou humana acima de qualquer coisa!

Duas semanas atrás, rolou uma campanha na internet no qual várias mulheres (eu estou incluída) postaram fotos com cartazes dizendo por que eram contra o feminismo, e as femimimiministas demoraram este tempo todo para dar umas respostas tão idiotas e superficiais e mostrarem todo o ódio,intolerância e recalque de pessoas que pensam diferente delas. Bem, eu nem sei se eu devia estar escrevendo isso, mas como elas tiveram tanta consideração em divulgar a minha foto, mesmo eu sendo duramente criticada, resolvi ter um pouco de consideração, embora elas não mereçam.

Cleópatra, Joana D’arc, Marie Curie (para quem não sabe, foi ela quem descobriu os elementos químicos Polonio e Rádio, e vencedora do prêmio nobel em 1903) Madre Teresa de Calcutá, Rainha Elizabeth, Anita Garibaldi,Maria Quitéria (heroína da Guerra de Independência e patronesse do Quadro Complementar do Exército Brasileiro), Beatrix Potter, Margareth Thatcher (considerada a mulher mais poderosa do séc XX), Ayn Rand (autora dos livros “A Nascente” e “A Revolta de Atlas”, considerada a obra mais influente dos EUA, depois da Bíblia). As duas mulheres citadas por último (Margareth Tatcher e Ayn Rand) eram contra o feminismo. Todas as mulheres acima, fizeram história e não precisaram de clemência dos homens e nem bancarem as vítimas para se destacarem, elas só precisaram lutar contra elas mesmas!

As mulheres eram altamente cultuadas nas culturas antigas (Creta, Suméria, Egito, Babiônia, Grécia, Roma) e a feminilidade era venerada em figuras de diversas deusas. Muitas mulheres também se destacaram no mundo clássico, como sacerdotisas, sábias, filósofas, matemáticas. E também tinha a mitologia das mulheres guerreiras (as amazonas).

E as líderes feministas que vocês idolatram?? O que elas fizeram para a humanidade?? Tentar matar Andy Warhol, um dos artistas mais influentes da história (Valeria Solanas)?? Falar que mulheres donas de casas são parasitas e que a família é uma instituição falida (Simone de Beauvoir, Barbara Findlen, Kate Miller)?? Promover discurso de ódio contra os homens (Cheryl Clarke, Sheila Jeffrys, Marilyn French, Hodee Edwards, Catherine MacKinnon, Andrea Dworkin, Susan Brownmiller, Catherine Comins entre outras)?? Abusar psicologicamente da própria filha (Alice Walker)??

A única manifestação louvável foi das Sufragistas Femininas, que na verdade não eram “feministas”, pois eram pró-família, pró-vida e conservadoras. As feministas mais ortodoxas rejeitam estes rótulos.

É sério que vocês acham que as mulheres só trabalham e estudam graças ao feminismo??? Que piada mais sem graça!! São vocês que precisam estudar um pouco mais de história! As mulheres já faziam isso bem antes deste movimento existir!

Na Idade Média, as mulheres tinham acesso a grande parte das profissões, assim como o direito à propriedade.Também assumiam a chefia da família quando se tornavam viúvas. Também estudaram nas universidades da época, inclusive, davam aulas, como a física Trótula de Salerno. Nesta época,também fundaram mosteiros e conventos, escreviam peças de teatro, como por exemplo, Rosvita de Gandersheim. E também, fundaram escolas, como Ana Comnena.

Na época da Revolução Industrial, muitas mulheres deixaram os campos em  busca de emprego e educação. Com isso, os direitos das mulheres avançaram bastante, algo que não teria ocorrido não fosse a Revolução Industrial. Entretanto, a ligação entre o capitalismo e o direitos das mulheres se perdeu ao longo do tempo. Na década de 1960/1970, com a segunda onda do“movimento feminista”, estas mulheres que fingem em nos representar, começaram a agir de má-fé e praticamente, “cuspiram no prato que comeram” em algo que havia contribuído bastante para nós, mulheres. Ao invés de defenderem a liberdade de mercado, em nome dos “direitos iguais”, elas exigiram que muitos privilégios se tornassem leis. O livre mercado foi praticamente demonizado, sendo retratado como uma ferramenta opressora que deveria ser combatida, com ações afirmativas, como por exemplo, o sistema de cotas (isso acaba mostrando como as feministas afirmam que mulheres são inferiores aos homens). Elas simplesmente pegaram a ideologia de Karl Marx, um dos maiores cretinos que o mundo já teve, e adaptaram ao movimento. O “burguês opressor” foi substituído por “homem opressor”, o“proletariado explorado” pela “mulher oprimida” e o “capitalismo” por “patriarcado”.(Eu, sendo liberal, não consigo levar um movimento de esquerda a sério).

E antes que eu me esqueça, no começo do século XX, a produtividade havia aumentado tanto que um homem de classe média era capaz de ter um salário que dava para sustentar toda a família e com isso, muitas mulheres optaram ficar em casa. Entretanto, no período das grandes guerras, a inflação e os impostos estratosféricos, fizeram com que a renda do homem caísse drasticamente, e consequentemente, as mulheres retornaram ao mercado de trabalho, pois uma só pessoa não conseguiria sustentar a família.

Hoje em dia, é muito mais fácil ser mulher do que ser homem. Não precisamos servir o exército, temos direito à licença maternidade, uma delegacia exclusiva para nós (eu acho desnecessário, pois agressão física já é considerado crime, independente de sexo, cor, religião), nos aposentamos mais cedo, vivemos mais que os homens, seguro de carro é mais barato para nós, temos direito à meia entrada em casas noturnas (não, eu não gosto destes lugares). Até agora, eu não vi nenhuma feminista reclamando destas exclusividades…

Como elas querem respeito chamando mulheres que discordam delas de vadias, putas, vacas e outros termos vulgares?? É por isso que elas não se sentem respeitadas! Os comentários arrogantes e intolerantes só confirmam algumas certezas que eu tenho: elas são pirracentas, amargas, recalcadas, rancorosas, incoerentes e vitimistas.

Talvez, se muitas de vocês não passassem tanto tempo na internet cuspindo veneno, poderiam estar ganhando a mesma coisa e até mais que os homens! Não estou interessada em arranjar pretendente pela internet, pois eu tenho um namorado que além de ser meu companheiro de todas as horas, é um homem maravilhoso (muito diferente dos homens feministas, que na verdade, são uns machistas enrustidos)!! Realmente se eu quisesse aparecer, eu iria na “Marcha das Vadias”, de topless e ficaria segurando um cartaz com a seguinte frase: “Ei, Machista! Minha B*#a é o Poder”.

É isso que eu tenho para falar e pronto! Não estou interessada em perder meu tempo discutindo com feminazis e esquerdopatas, pois discutir com este tipo de gente, é a mesma coisa que jogar xadrez com um pombo…

 

As feministas me odeiam, não é mesmo? E eu não as culpo. Afinal, eu odeio o feminismo. É puro veneno. (Margareth Thatcher)

 

Alguns links interessantes:

http://mulherescontraofeminismo.wordpress.com/2013/03/06/o-que-as-lideres-feministas-pensam-sobre-sexo-casamento-e-sobre-o-homem/

http://mulherescontraofeminismo.wordpress.com/2013/04/02/mulheres-cultas-trabalhadoras-ameacadas-por-serem-contra-o-feminismo-e-suas-mentiras/

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1370

http://www.youtube.com/watch?v=ks0THJBPwpk

http://www.youtube.com/watch?v=gaA_nlho6Kw

101 thoughts on “Por que sou contra o feminismo”

  1. Marcus Valerio XR

    Seria perfeito não fosse a insistência num teor ideológico que joga o texto para a direita afastando um público que precisa ser conquistado, e não repelido. Para um movimento que pretende ser apolítico e além das afetações ideológicas, isso é um problema crescente que tem me preocupado.

    1. Aldir Gracindo

      Eu sei que não adianta eu repetir mais uma vez o óbvio, mas eu vou: Este não é um movimento apolítico, é um movimento político por de Direitos Humanos, a favor da liberdade de expressão, democrático e suprapartidário composto por pessoas de diferentes posicionamentos políticos. Eu convidei gente de direita e esquerda para contribuir com artigos. De início houve uma certa preponderância de autores à esquerda, agora há alguns artigos de liberais. Tem mais artigos para ser publicados, vindos de conservadores, marxistas, petistas, anti-estatistas, direitistas, budistas, ateus e outros. .

      1. Felipe Carvalho

        É, mas de fato, a única coisa que me impede de mostrar esse texto aos meus amigos de esquerda que começam a questionar o discurso feminista, é o teor excessivamente pesado (e nada respeitoso, em termo político-democrático) com relação ao pensamento de esquerda. Acho que isso fere inclusive os preceitos que você mencionou, Aldir. Acho que seria válido pedir uma edição da autora, assim como deve ser pedido o mesmo de autores de esquerda que se portem do mesmo jeito com a direita.
        Tirando esse problema, de fato o texto é épico.

        1. Aldir Gracindo

          Não vou pedir. Tem textos abertamente anticapitalismo, anticonservadorismo pra ser publicados e o que eles têm em comum é o respeito, o apreço pela masculinidade, a compaixão em relação aos nossos meninos que serão homens, aos homens que enfrentam problemas de todo tipo, etc.

          Vou aceitar diferentes visões políticas que tenham isso em comum e abrir a discussão.

          Se esse texto incomoda os amigos socialistas, ou eles que escrevam um contraponto, digam o quanto há de misandria na direita, no conservadorismo e o quanto a esquerda tem o que oferecer e já faz por homens e meninos com o devido respeito à masculinidade. Ou que se recusem a ler, ou que falem mal e nos xinguem de “direitistas”, “coxinhas”. E danem-se.

          Aliás, eu mesmo e outros tenho na lista de tópicos escrever críticas à direita conservadora, é pra isso que estamos existe o AVFM.

          1. Marcus Valerio XR

            Problema que vejo é o seguinte.

            [“Elas simplesmente pegaram a ideologia de Karl Marx, um dos maiores cretinos que o mundo já teve, e adaptaram ao movimento. O “burguês opressor” foi substituído por “homem opressor”, o“proletariado explorado” pela “mulher oprimida” e o “capitalismo” por “patriarcado”.(Eu, sendo liberal, não consigo levar um movimento de esquerda a sério).”]

            Além de uma ofensa tola contra um filósofo (Já notou que as mais fortes críticas a Marx não o xingam?), não por considerá-lo além de críticas, mas exatamente por achar que ele merece críticas sérias, e não xingamentos vazios. Bem além disso, nota-se claramente nos parênteses finais que o problema não é o fato do Feminismo ser misândrico ou violar os direitos masculinos, o problema é o fato de ser de Esquerda!

            Se for uma modalidade de feminismo de direita, que sabemos muito bem que há, por mais misândrico que seja seria totalmente poupado por esse típico de crítica.

            E quando eu disse “apolítico” quis dizer no sentido de não ideologicamente enviesado. Exatamente o que esse texto é, apesar de não ter nenhuma necessidade. Esse compromisso ideológico poderiam ser removidos com ganho de qualidade.

            Eu por exemplo tenho sobre certas ideologias e certas publicações semanais uma opinião das piores possíveis, mas não vou ficar batendo nelas aqui enquanto elas estiverem sendo minimamente cooperativas com nosso objetivo comum.

            E eu nem acho uma boa ideia responder a essas críticas como sugerido, porque isso só iria desvirtuar o assunto e transformar o site em mais um campo de batalha ideológico improdutivo.

          2. Aldir Gracindo

            Eu lembro dessa história, o problema no momento que ela escreveu foi que ela estava sendo retaliada por ter criticado o feminismo. No mais, já discutimos.

      2. Eu vou ser bem sincero: Colocar esquerdistas e progressistas nesta causa, é uma grande furada. Excluindo os comunistas revolucionários marxistas clássicos, o resto é relativista. É um grande Cavalo de Tróia. Hoje, eles militam aqui, amanhã participam de um coletivo feminista e jogam tudo pelo ralo. Eu também tenho notado extrema pusilanimidade dos conservadores. Sites conservadores simplesmente calam com a enxurrada de estrume misândrico publicada no facebook e grande mídia, coisas como “vou cortar sua pica”, “homi esquerdista só tá aqui pra pagar a causa”, “homi tem que ficar calado” entre outras coisas.
        .
        Entro nos sites dos grandes jornais e espero ver algum relato sobre isso e o que encontro? Relatos contrários, as mesmas feministas que xingam, difamam e mentem estão se vitimizando nas matérias de El Pais, Istoé, Folha, Zero Hora e Estadão! Isso é viver na periferia da fantasia! Esses jornais sim, enchem as redações de feministas, legisladores leem aquela baboseira, e como são burros de doer nos ossos, terminam esbçando alguma lei babaca misândrica. Ou seja, os grandes alienists estão na imprensa e na academia, são eles que destroem famílias.
        .
        Finalizando, sem um lobby na Câmara com deputados e senadores, para equilbrar a equação, esperem pelo pior. Casar, já é loucura. Existir é quase a mesma coisa. Uma psicótica cisma que você é o pai do filho que ela nem sabe de quem é, porque você trabalhou anos para conseguir algum patrimônio e a justiça te obriga a pagar pensão. Então casar, transar ou não, já não fazem mais diferença. O fenômeno psicológico “Women are Wonderfull” é uma doença social.

    1. Aldir Gracindo

      Claro que é, tem link para a fonte no daily mail. Fez propaganda do blog conservador? Se for amigo do dono, agradeça a ele pelo que ele escreveu sobre direitos dos homens e o ódio feminista.

  2. Aldir Gracindo

    Muitas mulheres sendo vítimas não significa que todas são ou foram AS oprimidas, ou as mais oprimidas. Certamente não eram consideradas objeto de posse do marido, porque ninguém vive e morre para um objeto, para depois de morrer deixar tudo que conquistou para aquele “objeto”. Eu me surpreendo em ver como as pessoas papagaiam esse absurdo ridículo sem usar os neurônios e ver o absurdo que são essas afirmações. As mulheres certamente não foram culpadas de TUDO, já que os homens foram punidos durante toda a História caso as deixassem desassistidas, batessem nelas, não fizessem sexo com elas, etc. Todo exemplo que feministas têm para mostrar como a mulher sofreu ou sofre, há exemplos de sofrimento pior dos homens, pela razões simples, óbvias e até mesmo biológicas: Se nós fizéssemos elas passarem pelo mesmo que eles, elas morreriam, como uma enorme parte deles morreu, e nós não estaríamos aqui. Mantiveram os homens nos extremos e as mulheres no meinho, onde é mais seguro.

  3. Aldir Gracindo

    Se você é contra o feminismo, aproveite para ir descobrindo em quanto de baboseira feminista você acredita, Isidora. E obrigado pelo apoio e pelo comentário, nós e a Nati certamente apreciamos.

    1. Isidora Rodrigues

      Olá Aldir Gracindo, como disse anteriormente sou contra o feminismo pois vejo ele como uma ideia radical ( assim como o machismo)!! Acredito que para vivermos em um mundo de igualdade, devemos tratar todos iguais. Não entendi como você julga minhas ideias como “baboseiras”, só por que não estou concordando totalmente com seu texto?…e em NENHUM momento eu afirmei que estava falando de TODAS as mulheres!!! Você não pode deixar de perceber que são fatos históricos e verídicos de que por anos mulheres foram tratadas como objeto de posse. Até nossas leis antigas retratavam isso!!! NÃO ESTOU AFIRMANDO NADA, por apenas ser minha opinião, mas sim fatos 😉
      Um grande exemplo é o fato do dia 8 de março ser o dia da mulher, muitas operarias foram lutar pelo direitos de trabalhar 10 hrs por dia ( o que naquela época eram 16h) e receber salários iguais dos homens, mas foram queimadas por isso, neste dia.
      O que quero dizer Aldir, é que a até o momento se vê muitos casos de desigualdade, e se não fossem todas essas mulheres que lutaram pelos seus direitos naquela época, nós hoje estaríamos ainda tendo que sofrer calada! Veja bem não quero generalizar, e nem vou! Mas a historia esta ai pra nos mostrar 😉

      1. Isidora, eu usei o termo “baboseira” para me referir a HISTORIOGRAFIA FEMINISTA. As mulheres não foram tratadas como objeto de posse por simples comparações: Não se pede a uma posse para se tornar sua de joelhos; não se vive e morre para conquistar posses que dão uma vida melhor para uma “posse”, depois morrendo e deixando todas as suas posses para a tal “posse”. Não se cria um código de honra em que se morre em defesa da integridade física e mesmo o bom nome da sua “posse”. É isso que eu falei. Lembre-se que historiografia não é a mesma coisa que História. Quando você pensar um pouco nisso, vai ver que mulher e ESCRAVO são coisas completamente diferentes. Mas, se você acha conveniente repetir esses “FATOS”, fique á vontade.

        Até o exemplo das operárias da fábrica é completamente, falso, é um entre inúmeros factoides feministas. É o mito do incêndio da fábrica. É usado como a origem (falsa) do Dia Internacional da Mulher. Na verdade, o dia vem da participação das mulheres em mobilizações sindicalistas socialistas por direitos dos trabalhadores. Elas foram e são vistas como uma forma de emocionar as pessoas, por elas participarem é que conseguiu-se muita coisa que só com homens se acabando em fábrica ninguém se importaria. O verdadeiro incêndio foi em outro dia e mês, foi ACIDENTAL e mobilizou a cidade de Nova Iorque a mudar os padrões de segurança, porque ninguém aceitou que MULHERES morressem daquele jeito. Não sei se vc notou, mas a verdadeira história desse incêndio e do DIM mostra muito bem O CONTRÁRIO do que as feministas falam e vc acreditou. Até já corrigiram isso na Wikipédia, da última vez que eu vi, até alguma feminista fanática ir lá e colocar a mentira de novo no lugar, porque elas morrem, mas não abrem mão da narrativa da “opressão” da mulher pelos homens malignos.

        Baboseiras, portanto, ou MENTIRAS se preferir, em que você acredita e defende até hoje. Foi disso que eu falei.

        1. Pâmela Trindade

          Querido, você está confundindo as coisas. O fato de um cara implorar de joelhos a uma mulher para que fique com ele configura OBSESSÃO.
          E essa história de conquistar posses para deixar para suas mulheres e filhos é uma grande mentira. SPOILER: o seriado Breaking Bad ilustra isso de maneira magnífica. O cara passa o seriado todo dizendo que fazia aquilo por sua família, enquanto ele só os ferrava, para no fim, finalmente, admitir: “I did it for myself”. Tudo o que ele queria era poder, mas precisava justificar os atos injustificáveis de alguma forma. Usou a “indefesa” família. Que se viraria muito bem sem ele.

          Essa é a Síndrome do Herói: os caras usam as mulheres como desculpa para seus atos (ou como meio de motivação). A função da donzela nas histórias é simplesmente ser uma desculpa para o cara ter a quem salvar. Impediam as mulheres de trabalhar e falavam dos sacríficos que faziam para sustentá-las. Não é à toa que hoje a maior parte das mulheres prefere trabalhar (mesmo quando não necessitariam). Nós queremos independência, não sermos salvas e sustentadas. Aliás, a maioria esmagadora das mulheres de classes baixas sempre trabalhou e sustentou os filhos SOZINHAS, e não ficam se gabando disso por aí, não são retratadas como heroínas e não precisam tanto de aplauso quanto os machos por isso. Pelo contrário, são criticadas por serem mães solteiras. O pai que os abandonou? Esse foi esperto!

          Um homem que ama de verdade, deixa sua mulher livre para que ela possa ser feliz onde encontrar a felicidade, por mais difícil que isso seja. Agora, essa obsessão nada tem a ver com amor, nem sequer exclui o fato de que ele a enxerga como posse. Justamente, muitos que nem amam suas mulheres (que as traem, que não lhes dão carinho, que não são companheiros) não admitem que elas os deixem, não admitem perder esse objeto, que acreditam ser deles.
          A mulher é sim vista como objeto em nossa sociedade. Vista e tratada como tal. Cansei de ver homens mexendo com meninas na rua, que ao serem ignorados foram para cima delas e começaram a ameaçá-las de estupro. Aliás, cansei de ver homens ameaçando mulheres de estupro por DIVERSOS e quaisquer motivos (assista ao filme Terra Fria, com a Charlize Theron e veja que as mulheres não tiveram que lutar apenas contra si mesmas para conquistarem o mercado de trabalho. Veja a disputa de poder: quando um homem se sente ameaçado, ele estupra, para que a mulher volte a ser um objeto e perca sua força. É uma história real esse filme).

          Todos os anos milhares de mulheres são traficadas e vendidas como ESCRAVAS sexuais. Isso mesmo, o termo usado é esse: ESCRAVAS! (Recomendo o filme A Informante, com a Rachel Weisz). São vendidas, dizendo que quando pagarem uma dívida (impossível de ser paga) serão libertadas!

          Quantos namorados, desses que imploram de joelhos para “terem” a amada, quando abandonados não a assassinam? Por que? Por que as vêem como posse. Quantos namorados não fotografam ou filmam suas parceiras para as exporem posteriormente?

          Nós não precisamos que vocês nos sustentem, ou nos protejam. Apenas deixem-nos livres e faremos isso por nós mesmas! Somos capazes! Isso é mais uma massagem no ego de vocês, do que uma necessidade nossa. Vocês é que precisam nos proteger, para se sentirem úteis.

          1. Primeiro, enfie sua hipocrisia no bolso ou no buraco (seu) de sua preferência, porque “querido”, pra se dirigir a mim, não é sua prerrogativa. A palavra tem um significado, não venha violentá-lo ao seu bel prazer perverso, se dirigindo a mim. Eu não sou seu “querido”, não sou nada seu, nunca fui, nunca serei, eu nunca te dei a menor intimidade para me chamar de querido. Eu sei muito bem o nome de cada pessoa de quem eu sinceramente, pessoalmente, sou querido. Vocês não se cansam de ser falsas e calhordas?

            Segundo, um homem se colocar em um joelho diante de uma mulher não é obsessão. É um tradicionalismo em que ele, simplesmente, se coloca A SERVIÇO da mulher. Você não é tão ignorante assim, é simplesmente DESONESTA até o tutano dos ossos, porque sabe disso muito bem.

            Terceiro, eu não estou aqui para ler textão feminista. Vai escrever pra suas sórores, elas vão adorar ouvir tudo que o seu preconceito puder produzir para fazer eco a tudo de nojento que elas carregam à guisa de alma.

            Quarto, é muito fácil para uma fascista de gênero como você vir projetar sua própria malignidade e egoísmo em tudo que é cultural e de comportamento masculino. Mas não são os homens que são assim, é você. Herói é quem se sacrifica POR OUTRAS PESSOAS. Se fosse uma “heroína” feminista, você aceitaria esse simples fato sem escarafunchar motivações imaginárias e egoístas que são suas e de ninguém mais.

            Quinto, filmes, seriados, peças de teatro, não lhe dão a MENOR noção sobre o que é ser homem, as motivações dos homens. Você e toda outra feminista do seu nível não têm capacidade de avaliar o ser humano masculino.

            Sexto, aqui não é lugar para troll feminista e eu já dei o suficiente de resposta. Vá. E não vai voltar.

            Querido, você está confundindo as coisas. O fato de um cara implorar de joelhos a uma mulher para que fique com ele configura OBSESSÃO.
            E essa história de conquistar posses para deixar para suas mulheres e filhos é uma grande mentira. SPOILER: o seriado Breaking Bad ilustra isso de maneira magnífica. O cara passa o seriado todo dizendo que fazia aquilo por sua família, enquanto ele só os ferrava, para no fim, finalmente, admitir: “I did it for myself”. Tudo o que ele queria era poder, mas precisava justificar os atos injustificáveis de alguma forma. Usou a “indefesa” família. Que se viraria muito bem sem ele.

            Essa é a Síndrome do Herói: os caras usam as mulheres como desculpa para seus atos (ou como meio de motivação). A função da donzela nas histórias é simplesmente ser uma desculpa para o cara ter a quem salvar. Impediam as mulheres de trabalhar e falavam dos sacríficos que faziam para sustentá-las. Não é à toa que hoje a maior parte das mulheres prefere trabalhar (mesmo quando não necessitariam). Nós queremos independência, não sermos salvas e sustentadas. Aliás, a maioria esmagadora das mulheres de classes baixas sempre trabalhou e sustentou os filhos SOZINHAS, e não ficam se gabando disso por aí, não são retratadas como heroínas e não precisam tanto de aplauso quanto os machos por isso. Pelo contrário, são criticadas por serem mães solteiras. O pai que os abandonou? Esse foi esperto!

            Um homem que ama de verdade, deixa sua mulher livre para que ela possa ser feliz onde encontrar a felicidade, por mais difícil que isso seja. Agora, essa obsessão nada tem a ver com amor, nem sequer exclui o fato de que ele a enxerga como posse. Justamente, muitos que nem amam suas mulheres (que as traem, que não lhes dão carinho, que não são companheiros) não admitem que elas os deixem, não admitem perder esse objeto, que acreditam ser deles.
            A mulher é sim vista como objeto em nossa sociedade. Vista e tratada como tal. Cansei de ver homens mexendo com meninas na rua, que ao serem ignorados foram para cima delas e começaram a ameaçá-las de estupro. Aliás, cansei de ver homens ameaçando mulheres de estupro por DIVERSOS e quaisquer motivos (assista ao filme Terra Fria, com a Charlize Theron e veja que as mulheres não tiveram que lutar apenas contra si mesmas para conquistarem o mercado de trabalho. Veja a disputa de poder: quando um homem se sente ameaçado, ele estupra, para que a mulher volte a ser um objeto e perca sua força. É uma história real esse filme).

            Todos os anos milhares de mulheres são traficadas e vendidas como ESCRAVAS sexuais. Isso mesmo, o termo usado é esse: ESCRAVAS! (Recomendo o filme A Informante, com a Rachel Weisz). São vendidas, dizendo que quando pagarem uma dívida (impossível de ser paga) serão libertadas!

            Quantos namorados, desses que imploram de joelhos para “terem” a amada, quando abandonados não a assassinam? Por que? Por que as vêem como posse. Quantos namorados não fotografam ou filmam suas parceiras para as exporem posteriormente?

            Nós não precisamos que vocês nos sustentem, ou nos protejam. Apenas deixem-nos livres e faremos isso por nós mesmas! Somos capazes! Isso é mais uma massagem no ego de vocês, do que uma necessidade nossa. Vocês é que precisam nos proteger, para se sentirem úteis.

  4. Isidora Rodrigues

    Olá B Oliveira, O que exemplifiquei não foi com relação ao fato da traição e sim com a ignorância que por anos e anos foi levada como a mulher sendo culpada pelas atitudes infiéis e egoístas de homens que se titulavam superiores. Não estou dizendo que mulher não trai e que não existe mulher que não seja mal caráter…estou apenas exemplificando como a sociedade julgava e questionava a mulher de modo geral e total!!!

  5. Leia um pouco mais sobre a Simone e suas obras antes de falar dela.
    E nem venha com esses seus argumentos estúpidos, se você não sabe a diferença de feminismo/feminazi. E sim, as mulheres foram vítimas de uma sociedade patriarcal, e que ainda hoje, sofre por seguir tais normais sociais. Não por culpa dos homens, mas por culpa de si e por não lutar contra a opressão machistas.
    btw, não gosto de Karl Max também.
    Por fim, querida, Simone nem feminista era antes de citá-la aqui querendo argumentar sofre mulheres e suas obras/atos pseudo-feministas.

    1. Marcus Valerio XR

      Se não gosta de Karl Marx, saiba que não gosta da origem da ideia de que mulheres foram vítimas de uma sociedade patriarcal, que é dele, e de Engels. A diferença é que ele não propunha forma alguma de feminismo para remediar isso, e sim somente a revolução socialista que, ao eliminar a propriedade privada, libertaria automaticamente a mulher. Depois August Bebel deu uma aprofundada nesses aspectos e já distorceu alguns pontos, e Simone de Beauvoir completou a mutação ao passar a dizer que a emancipação da mulher deveria preceder a revolução socialista.

      Apesar disso, o Feminismo de Segunda Onda, que conhecemos praticamente ignorou toda essa bagagem Européia e se reinventou de forma totalmente independente da Luta de Classes originária, e até num sentido que Marx seguramente consideraria burguês. Esse feminismo, ao mesmo tempo que mente ao dizer que luta contra o capitalismo, é financiado pela nata do Capitalismo norte americano, e um de seus principais objetivos é desmantelar a mobilização dos trabalhadores.

    2. Simone era uma pedófila que apoiava o nazismo. Consulte sites imparciais e vai e vai confirmar. Mas, como está cega pelo movimento, talvez nem dará importância.

  6. Marcus Valerio XR

    Eu sou extremamente cauteloso como blog Marxismo Cultural e jamais os linkei para nada porque, entre outras coisas, não vou endossar Criacionismo. Mas eles são úteis por traduzir textos bons, fazendo um belo clipping, e algumas abordagens interessantes.

    1. seu blog está aparecendo no Google de forma negativa, quando associamos palavras adjetivas geralmente negativas. Os seus textos têm uma linguagem agressiva/machista, faz jus com o que o movimento feminista deseja. Seu blog é um dos primeiros que aparecem nas páginas do Google.

      O Google é uma empresa americana de filosofia esquerdista. Ele manipula tudo o que procuramos na internet ao fazermos uma rápida pesquisa. A Wikipédia, um site informativo totalmente subjetivo no qual qualquer pessoa pode modificar com autorização de jovens que administram as páginas do site, coloca a Direita de forma negativa. Ainda que seja um site quase informal, a Wikipédia aparece logo quando fazemos uma rápida pesquisa no Google, mesmo em navegadores anônimos, quando digitamos a palavra Políticas de Direita, veja: Políticas de Direita

      “De acordo com o The Concise Oxford Dictionary of Politics, nas democracias liberais, a direita política se opõe ao socialismo e à social-democracia. Os partidos de direita incluem conservadores, democratas-cristãos, liberais e nacionalistas, e os da extremadireita incluem nacional-socialistas e fascistas.

      – Direita (política) – Wikipédia, a enciclopédia livre

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Direita_(política)

      Feedback

      Sobre este resultado •

      – Direita (política) – Wikipédia, a enciclopédia livre

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Direita_(política)

      – Direita política descreve uma visão ou posição específica que aceita a hierarquia social ou desigualdade social como inevitável, natural, normal ou desejável.

      – ‎História · ‎Posições · ‎Controvérsias · ‎Partidos e agremiações …

      – Política: O que é ser esquerda, direita, liberal e conservador …

      vestibular.uol.com.br/…/politica-o-que-e-ser-esquerda-direita-liberal-e-conservador.ht…

      23 de jan de 2015 – Por isso, hoje, as palavras ‘esquerda’ e ‘direita’ parecem não dar conta da diversidade política do século 21. Isso não quer dizer que a divisão …

      http://www.direitapolitica.com/

      DIREITA POLITICA · A DIREITA · A ESQUERDA · MONARQUIA … POLÍTICA DE PRIVACIDADE · ANUNCIE AQUI · SEJA COLABORADOR · CONTACTOS.

      Significado de Direita – O que é, Conceito e Definição

      https://www.significados.com.br/direita/

      O que é Direita. Conceito e Significado de Direita: Direita é uma palavra que pode representar um posicionamento político, partidário e…
      —————————————————————————————-

      Em contrapartida, a esquerda é descrita nas pesquisas como algo atraente, veja:

      política de esquerda

      Definições da Web

      Na Esquerda e Direita política, política de esquerda descreve uma visão ou posição específica que aceita ou suporta igualdade social, muitas vezes em oposição a hierarquia social e a desigualdade social. …

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Política_de_esquerda

      Feedback

      Esquerda (política) – Wikipédia, a enciclopédia livre

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Esquerda_(política)

      No campo da política, política de esquerda descreve uma posição que apoia a igualdade social. Normalmente, envolve uma preocupação com os cidadãos …

      ‎História · ‎Vertentes · ‎Posições · ‎Referências

      Política: O que é ser esquerda, direita, liberal e conservador …

      vestibular.uol.com.br/…/politica-o-que-e-ser-esquerda-direita-liberal-e-conservador.ht…

      23 de jan de 2015 – No entanto, ela pode estar mais alinhada com a política de esquerda ou de direita. A origem desse termo vem da Roma Antiga, que o …

      Esquerda política – InfoEscola

      http://www.infoescola.com/politica/esquerda-politica/

      Página sobre o conceito de Esquerda política, quais são as suas ideologias, diferenças para a Direita, entre outras informações.

      Direita e Esquerda – Mundo Educação

      mundoeducacao.bol.uol.com.br/politica/direita-esquerda.htm

      Direita e Esquerda no debate político contemporâneo. Recorrentemente podemos observar, tanto em discussões entre políticos de carreira quanto entre …

      Significado de Esquerda – O que é, Conceito e Definição – Significados

      https://www.significados.com.br/esquerda/

      O que é Esquerda. Conceito e Significado de Esquerda: Esquerda é o termo utilizado para denominar um posicionamento político, partidário e…
      ——————————————————————————————
      Agora veja o que acontece quando pesquisamos sobre feminismo, o que é:

      “Resultado de imagem para feminismo

      Feminismo é um movimento social e político que tem como objetivo conquistar o acesso a direitos iguais entre homens e mulheres e que existe desde o século XIX.9 de nov de 2015

      O que é feminismo? — CartaCapital

      http://www.cartacapital.com.br/sociedade/o-que-e-feminismo-2198.html

      Feedback

      Sobre este resultado •

      Feminismo – Wikipédia, a enciclopédia livre

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Feminismo

      Feminismo é um conjunto de movimentos políticos, sociais, ideologias e filosofias que tem como objetivo comum: direitos equânimes (iguais) e uma vivência …

      ‎História do feminismo · ‎Feminismo islâmico · ‎Feminismo ateísta · ‎Feminismo cristão

      O que é feminismo? — CartaCapital

      http://www.cartacapital.com.br/sociedade/o-que-e-feminismo-2198.html

      9 de nov de 2015 – Feminismo é um movimento social e político que tem como objetivo conquistar o acesso a direitos iguais entre homens e mulheres e que …

      O que as feministas defendem? — CartaCapital

      http://www.cartacapital.com.br/blogs/…feminista/o-que-as-feministas-defendem-3986.html

      16 de jul de 2014 – O feminismo é um movimento diverso e em constante construção. Mas mostro aqui as principais ideias que guiam a luta que escolhi. Por Aline …

      11 mentiras batidas sobre feminismo que precisam parar de ser …

      mdemulher.abril.com.br/…/mentiras-batidas-sobre-feminismo-que-precisam-parar-de-…

      15 de abr de 2015 – Ao ser questionada pela revista norte-americana TIME se era feminista ou não, Shailene Woodley, estrela em ascensão e protagonista dos …

      Significado de Feminismo – O que é, Conceito e Definição – Significados

      https://www.significados.com.br/feminismo/

      O que é Feminismo. Conceito e Significado de Feminismo: Feminismo é um movimento político, filosófico e social que defende a igualdade de…

      Universidade Livre Feminista –

      feminismo.org.br/

      A Universidade Livre Feminista é projeto colaborativo para reflexão e troca de ideias baseadas em práticas pedagógicas libertárias e transformadoras para as …

      Feminismo – Sociologia – InfoEscola

      http://www.infoescola.com/sociologia/feminismo/

      O feminismo é um movimento que luta contra todas as formas de opressão exercidas sobre as mulheres e pela igualdade entre os gêneros. Bastante plural e …

      Notícias em destaque

      ONU Mulheres lança documentário para inserir os homens no feminismo

      O Tempo‎ – 4 horas atrás

      Para tentar inserir os homens no feminismo, o documentário “Precisamos Falar Com Os Homens? Uma jornada pela igualdade de gênero” foi …

      A pioneira do feminismo que foi parar na guilhotina

      Brasileiros‎ – 41 min atrás

      Mais notícias sobre feminismo

      Feminismo, o maior inimigo das mulheres – Padre Paulo Ricardo

      https://padrepauloricardo.org/episodios/feminismo-o-maior-inimigo-das-mulheres

      Hoje, elas se vêem presas a estereótipos ditados pela agenda feminista, cujo maior objetivo é destruir a essência da mulher, igualando-a ao homem.

      Feminismo – UOL Tab

      tab.uol.com.br/feminismo/

      O embate cultural da sociedade trava batalhas polêmicas e intermináveis sobre o feminismo, já que ainda há muitas buscas que envolvem o direito sobre o …”
      ——————————————————————————————————————————————
      O seu site aparece quando pesquisamos por algumas referências sobre adjetivos considerados negativos referentes ao feminino ou feminismo, pelo navegador Google, veja: Promiscuidade feminina

      “Aproximadamente 81.300 resultados (0,38 segundos)

      Resultados da pesquisa

      Marxismo Cultural: Promiscuidade feminina e felicidade matrimonial – este é o seu blog?

      omarxismocultural.blogspot.com/2014/10/promiscuidade-feminina.html

      21 de out de 2014 – Promiscuidade feminina e felicidade matrimonial. Daily Mail. Segundo uma nova pesquisa levada a cabo pelo National Marriage Project, mais …

      Significado de Promiscuidade – O que é, Conceito e Definição

      https://www.significados.com.br/promiscuidade/

      O que é Promiscuidade. Conceito e Significado de Promiscuidade: Promiscuidade é a característica daquilo que é promíscuo, que se mistura…

      Escreva Lola Escreva: HÁ DILEMA ENTRE PROMISCUIDADE E …

      escrevalolaescreva.blogspot.com/2014/05/ha-dilema-entre-promiscuidade-e.html

      14 de mai de 2014 – Aí vem o meu segundo questionamento, radical: a promiscuidade femininanão é uma instituição patriarcal, TAMBÉM? Uma garota de 12 anos …

      COMO FUNCIONAM AS MULHERES, ou MANUAL PARA

      caio.ueberalles.net/mulheres.txt

      Por serem baratas, vale a pena olhar uma de vez em quando. 11) PROMISCUIDADE FEMININA O ser humano é promíscuo. As mulheres querem nos fazer …

      Promiscuidade feminina pode evitar extinção de algumas espécies …

      oglobo.globo.com › Sociedade › Ciência

      25 de fev de 2010 – RIO – A “promiscuidade” feminina pode ser a explicação para a preservação de muitas espécies, diz um novo estudo das universidades de …

      Feminina e Plural – Eva: Promiscuidade: doença ou depravação?

      femininaeplural-eva.blogspot.com/2012/01/promiscuidade-doenca-ou-safadeza.html

      9 de jan de 2012 – Promiscuidade está ligada à ninfomania. O que mais escuto das pessoas nos últimos tempos é que são ninfomaníacas. Porém, será que estas …

      Sexo Privilegiado: Vitória da promíscua! Derrota da família!

      sexoprivilegiado.blogspot.com/2011/03/vitoria-da-promiscua-derrota-da-familia.html

      30 de mar de 2011 – Comecei a lembrar de uns artigos antigos que li em um site de um amigo meu sobre promiscuidade feminina. Algumas coisas estão vivas em …

      Promiscuidade Feminina | Fundação Metropolitana

      http://www.metro.org.br/carlos/promiscuidade-feminina

      27 de mai de 2011 – Eu ainda não conheci na intimidade uma mulher que verdadeiramente não esteja à procura de um parceiro fixo. Nem entre minhas clientes, …

      O paradoxo da promiscuidade feminina | Joao System’s Blog

      https://joaosystem.wordpress.com/2010/10/…/o-paradoxo-da-promiscuidade-feminina…

      O paradoxo da promiscuidade feminina. Outubro 29, 2010 joaolawliet Deixe um comentário Go to comments. Uma coisa que irrita as feministas é o fato dos …

      Entrevista – Promiscuidade e abstinência: quando o desejo sexual é …

      http://www.eusoqueriaumcafe.com/2012/09/entrevista-promiscuidade-e-abstinencia.html

      30 de set de 2012 – Nesta entrevista, sobre promiscuidade, assexuados, aversão sexual e falta de desejo sexual, o membro da Ordem dos Psicólogos …

  7. Vou imprimir esse texto e colar na parede do meu quarto. Que palavras! Finalmente alguém neste mundo com pensamentos iguais a mim. Também só vejo mimimi e vitimização por parte de algumas (não todas) mulheres que adotaram esse movimento. Não sou contra buscarem igualdade, ao contrário, o mundo é lugar de todos e aprecio qualquer senso de justiça que alguém tem e procura buscar seus direitos. Porém, certamente não é sentada numa cadeira em frente de um computador procurando qualquer pretexto e oportunidade em redes sociais ou sites pra saltar meia dúzia de palavras duras e de baixo calão para alguém que pensa de forma diferente de você, que vai mudar o meio que tu vives. Até porque é mais fácil espalhar discordia e discursos de “mimimi somos vítimas de uma sociedade opressora e machista mimimi se você não concorda é contra a igualdade e quer voltar aos anos 50 mimimi não podemos sair na rua de roupas curtas senão vou dar motivo de estupro.” do que fazer da sua vida algo importante e contribuir para mundo. Vamos parar, que tá feio, chega de exageros, até um assovio e um elogio virou motivo de discussão e sinal de machismo. Aliás, saí hoje com uma saia curta e no máximo que ganhei foi um olhar de um senhor sentado no banco da praça. Se isso for estupro, não quero nem imaginar o que seria as cantadas dos pedreiros quando passamos em frente de uma obra.

  8. Silvia Beatriz

    Tudo bem… Odeio xaropar sobre o feminismo, mas lá vamos nós! Em primeiro lugar:Não estou aqui “cuspindo veneno” como você citou acima. Não estou aqui pra te chamar de vaca, puta ou vadia porque isso é depreciar a mulher. Não estou aqui para brigar. Estou comentando isso para que você pesquise um pouco mais sobre o feminismo. Não é necessário ser uma “maria-macho peluda” para ser feminista. É necessário querer ser igual e apenas isso. Não tenho raiva de você e espero que leve este texto a sério. Não sou ativista feminista. Sou apenas eu. E em segundo: FEMINISMO NÃO É O OPOSTO DE MACHISMO! O Feminismo é um movimento com inúmeras vertentes (radicais e não-radicais) que defende a igualdade entre os sexos e apenas a igualdade entre os sexos. Não defende que mulheres devem dominar o mundo ou algo do tipo. Dizer que ser mulher hoje em dia é muito mais fácil que ser homem é completamente ridículo. Não precisamos servir o exército, é verdade, temos direito à meia entrada em casas noturnas? Pura verdade também. Mas trocaria qualquer uma dessas vantagens por poder sair nas ruas, com roupas curtas ou compridas, sem ter que ouvir cantadas sujas e obscenas. Andar de noite na rua com medo de ser estuprada. Não há feministas falando sobre isso? Você ao menos já conversou com uma feminista pessoalmente? É um dos tópicos mais comentados. Ser feminista não é me fazer de vítima, é lutar pelos meus direitos. Não sou mal-amada ou mal-comida.Só prezo minha liberdade e o meu jeito de ser. Posso escolher se quero ou não quero me casar, se quero ou não quero me vestir de jeito x ou y. Não defendo que a mulher é tão forte fisicamente quanto o homem, defendo que não é por causa disso que ela é pior que ele…
    Tudo bem, já xaropei sobre feminismo o suficiente pela semana, por mais que entenda aquelas que xaropam sobre feminismo 24horas por dia. Agora vou procurar um site para defender a igualdade racial… hahaha, brincadeira. Vou apenas comer brigadeiro e ler, porque é o melhor que posso fazer nesse feriado.

    1. Marcus Valerio XR

      Prezada, Feminismo NÃO É Sobre Igualdade! Feminismo é, para usar uma única e curta frase: “Uma Cruzada Contra o Patriarcado.” Com o único objetivo de destruí-lo. Em qualquer nível legal as mulheres já são privilegiadas em relação aos homens, e os problemas que enfrentam na rua, como o medo de ser estuprada, também são vividos pelos homens, como o medo de ser assaltado ou morto, com a diferença que os mortos por assassinatos são cerca de 90% homens. E não adianta apontar o fato de que são outros homens os principais autores desta violência, a não ser para quem acha que o que está em jogo é uma Guerra dos Sexos onde pertencer ao mesmo gênero elimina a diferença entre o agressor e a vítimas.

      O fato é que temos muitos problemas a serem enfrentados, e o Feminismo está aí para dificultar isso e piorar tudo ao máximo possível, atribuindo causas absolutamente falsas para a origem dos males, e propondo falsas soluções que só atrapalham qualquer abordagem mais séria, não sendo a toa que sempre piorar qualquer problema sobre o qual consigam se debruçar politicamente.

      Se quiser mais informações, tenho vários textos sobre o assunto aqui mesmo no AVfM-Br, tais como http://br.avoiceformen.com/historia/em-defesa-do-patriarcado/ http://br.avoiceformen.com/recomendados/recomendados/
      ou no meu site em http://xr.pro.br/ENSAIOS/rePensando_o_Feminismo.html

      1. Pâmela Trindade

        Querido, as mulheres TAMBÉM têm esse medo!!! Tanto quanto vocês. Na verdade, até mais, porque por sermos fisicamente mais fáceis de conter, e raramente reagirmos, somos alvos mais frequentes (converse com qualquer assaltante e ele lhe confirmará essa preferência por mulheres). A diferença é que ALÉM deste medo, SOMADO a ele, temos também uma preocupação que vocês não tem: o estupro. Entende que não é algo excludente? Ou vc teme ser estuprado ou assaltado? Nós tememos ambas as coisas, simultaneamente. Cumulativamente.

        1. Vocês terem medo não significa, absolutamente, que estão em perigo ou que sejam mais vítimas de nada. Eis a questão, vocês dizem que não estão se fazendo de vítimas, ao mesmo tempo em que justamente se fazem de vítimas. Homens têm menos medo, mas são múltiplas vezes mais vítimas de todos os tipos de violência. Sem contar que o medo feminista não significa medo feminino. Mas, como se trata de troll feminista, não vale a pena debater aqui.

          1. Serio?outro argumento que voce ira utilizar é que homens são obrigados a se alistar no exercito e mulheres nao?Não é só pq a maioria de crimes são contra homens ou nao, que ela é privilegiada, isso é privilegio? e se for para falar sobre isso, a maioria dos “bandidos” são homens ou mulheres, isso acaba com sua justificativa? NAO as duas estao erradas , isso nao é uma justficativa e mulheres querem nao serem assedias, nao serem violentadas na sua propria casa,querem salarios iguais aos homens,mulher nao é menos que homem e nem homem é menos que a mulher, ambos são iguais. O que voce tem que parar pra pensar é O que é ser Homem?

          2. Uma coisa chata e cansativa é que os feministos ouvem e repetem sempre a mesma coisa e se iludem achando que sabem “melhor”. Sim, é sério, sentimentos feministas (especialmente feministas) não são referência pra avaliar realidade nenhuma.

            Se você é prioridade para a segurança pública por cultura, isso é, realmente, MUITO melhor do que ser alvo preferencial de todos os tipos de violência e das violências mais graves. Feministas chamam isso de “privilégio masculino”, porque esse é o tipo de inversão sofística que feminista faz. E eu não estou justificando violência nenhuma, exceto o direito a legítima defesa própria ou de terceiros. Quem justifica violência, caso você não saiba, são exatamente os membros desse movimento que você veio aqui defender.

            Mulheres têm o direito de não serem assediadas, ou estupradas, e de ganhar salário igual QUANDO PRODUZEM O MESMO RESULTADO, tanto quanto você e eu temos. Mas feministas distorcem o significado de “estupro”, “assédio”, “opressão”, “igualdade”, “equidade” etc. etc., não vou escrever carta em comentário pra falar o que deveria ser óbvio.

            Se ninguém é menos ou mais do que ninguém, ótimo, eu estou aqui defendendo exatamente isso.

            O que você tem que parar pra pensar é que cargas de capacidade de presunção ridícula faz você vir a um site sobre direitos e questões masculinas dizer pra mim, um homem, que EU tenho que parar pra pensar o que é ser homem. Só pra esclarecer mais uma obviedade: Eu SOU homem, simplesmente, não preciso de validação de feminista para isso.

          3. Magno é um homossexual, posso identificar. estão se sentido protegidos e acolhidos pelo movimento feminista, nem os negros escaparam. truque manipulador do sistema socialista. está perdendo tempo debatendo com eles.

  9. Maravilhoso texto. É bom ler algo tão inteligente, bem elaborado e com fundamentos, ao contrário do que encontramos nos textos feministas “em defesa dos direitos das mulheres”.

    Parabéns! Belo texto!
    Meus sinceros cumprimentos….

  10. Com uma rápida passagem pelo conceito de feminismo, nota-se que o seu texto está equivocado.

    Segundo o dicionário e mais diversas fontes, feminismo é nada mais nada menos que uma doutrina cujo os movimentos visam combater a desigualdade. Ou seja, o feminismo busca a igualdade.

    Não confunda FEMISMO, com FEMINISMO. Femismo é o oposto do machismo, quando a mulher busca se sobressair, ridicularizando a figura do homem.
    As mulheres da discussão, cujo você cita em seu texto, estão exercendo o femismo e não o feminismo.

    Outra vertente é que, sim, as mulheres estão conquistando seus direitos, porém ainda hoje, vemos uma série de acontecimentos onde a mulher se vê preconizada pela sociedade, pelo simples “achar” que os homens possuem mais capacidades que elas.

    E é por isso que elas lutam, lutam por direitos iguais, igualdade, SEM ATINGIR os demais.

    Ainda hoje, o femismo e o feminismo são considerados sinônimos. As próprias mulheres executam o femismo e acabam divulgando-o como feminismo, gerando repudia por esse movimento por uma parte da população.
    Um movimento que deveria ser conhecido pela busca por direitos iguais, está sendo confundido por algo totalmente oposto.

    1. O “apelo ao dicionário” está longe de dizer o que FEMINISMO é. Feminismo não tem nada a ver com igualdade. Feminismo INVENTOU uma redefinição da palavra “MACHISMO”, pra começar. Feminismo é uma doutrina que defende igualdade, mas com a presunção de que a desigualdade é parte de um sistema de opressão criado por homens e para homens, chamado “Patriarcado” ou “machismo”. Isso é o fundamento central do feminismo teórico. Acontece que os homens nunca criaram tal sistema, não existe esse sistema e não são foram os homens a criarem nada disso sozinhos.

      Como você não quer ver a obviedade do princípio, não vai enxergar a obviedade das consequências, dos efeitos disso. Não existe isso de feminismo e femismo, qualquer feminista “de verdade”, ativista, poderá te dizer que “não existe femismo” porque mulheres são uma “classe oprimida”, oprimidos não oprimem ninguém. Ou você não está acompanhando nada das discussões feministas nos últimos 50 anos?

      Com tanto engano, é natural que você se engane absurdamente, também, no “E é por isso que elas lutam, lutam por direitos iguais, igualdade, SEM ATINGIR os demais.” O primeiro erro dessa frase é confundir MULHERES com FEMINISMO. Mulheres não são uma doutrina, ideologia ou movimento ideologizado, são um grupo humano. Depois, óbvio que o feminismo QUER ATINGIR os “opressores”, os “privilegiados”. A Lei Maria da Penha, que já determina qual o sexo do criminoso violento e qual o da vítima, como tudo que o feminismo conseguiu criar, foi exatamente PARA ATINGIR os homens, presumindo-os TODOS como malignos, pela própria natureza de homens numa sociedade cuja superestrutura, supostamente, é uma criação SÓ DELES, PARA ELES, às custas da opressão delas.

      Se a teoria feminista culpa os homens por tudo que há de errado, violento, discriminatório, e isso é um erro, feminismo não é nada mais, nada menos que um movimento de ódio.

      1. Maquiavel: Safadão No More

        Ashhshuaeuha Fazia tempo que não via uma delas citar o famigerado “Femismo”, bode expiatório criado para se safar de críticas, que de tão idiota até mesmo elas começaram a dizer que não existe(pq, obviamente, não existe mesmo).
        Observam na escuridão, esperando o momento certo pra bostejar suas falácias de infinita desonestidade hahaha 😉 Abraço Aldir.

        Ps: Conhece esse canal no youtube?

        https://www.youtube.com/user/NateTalksToYou/videos

        1. Falácia do escocês de verdade. Seria quase honesto dizer que ALGUMAS feministas são femistas, mas seria também ridículo. Primeiro, porque “machismo”, como é definido por feministas, de onde tiraram o neologismo “femismo” e que (machismo) também está em dicionário, é uma ressignificação feminista da palavra. Segundo, óbvio, porque não é “algumas” feministas e outras não. Porque feminismo não é um movimento feito de pessoas, é feito de doutrinas, com um ponto central: “O Patriarcado.”

          Não conheço o canal, vou dar uma olhada. Obrigado pela indicação.

    2. “Apelo ao dicionário” é arma de quem não tem argumentos. O dicionário serve no máximo como ponto de partida, uma convenção interessante para assegurar que todos estão falando da mesma coisa, ou um recurso para enquadrar o horizonte da discussão. Pedir do dicionário que seja uma bíblia indiscutível é só má fé mesmo.

  11. Jorge Alan Vivace

    “Dialogando” com uma feminista…

    Você: Eu nunca estupraria uma mulher.

    Feminazi: Você é homem, portanto é um estuprador e um perigo para todas as mulheres!

    Você: Mas eu nunca faria isso!

    Feminazi: Todos os homens são estupradores!

    Você: Nunca,juro! Eu respeito as mulheres.

    Feminazi: Os homens querem dominar as mulheres e você é homem, portanto, calado, seu porco chauvinista!

    Você: Mas eu… Olhe, eu nunca bateria numa mulher.

    Feminazi: Moço, você é machista!

    Você: Sou machista porque nunca bateria numa mulher!?

    Feminazi: As mulheres não precisam de sua proteção! As mulheres sabem se defender sozinhas!

    Você: Pronto,tá bom então! Eu nunca defenderia uma mulher durante uma briga.

    Feminazi: Não defenderia porque você é um machista! Está compactuando com o sistema de opressão às mulheres que são vítimas de violência!

    Você: Ué! Ainda agora você disse que a mulher não precisa da minha proteção! Eu nunca defenderia uma mulher durante uma briga e poderia bater nela?!

    Feminazi: Seu machista imundo, vá se foder!

    Você: Mas…

    Feminazi: Os homens são a escória,deviam ser castrados! Você quer impingir seu pênis nas mulheres, seu escroto!

    Você: Moça, mas que é isso?! Eu não quero impingir meu pênis em ninguém não! Só fico com mulher que quer ter sexo comigo.

    Feminazi: Você sabe que lá no fundo desses seus instintos nojentos de homem, você quer!

    Você: Eu desisto dessa conversa. Não dá pra entender mesmo as mulheres!

    Feminazi: Essa é uma afirmação machista! Está achando que as mulheres são irracionais e que os homens são mais inteligentes,né?

    Você: Eu não disse isso!!

    Conclusão: VOCÊ NUNCA PODERÁ VENCER.

  12. Mariana Barreto

    Dentre todas essas mulheres ilustres que você citou, eu destacaria uma especial, latinoamericana, responsavel pela conquista do sufragio feminino no seu país e por uma revolução sem fim! Eva Duarte Peron! As feministas odiavam tanto ela que chegaram a dizer que já não mais queriam votar (porque foi ela quem conseguiu junto ao marido, presidente, a conquista). E parafraseado essa musa mitada “feministas sao feias e ressentidas” hahahah! E viva a igualdade! #nãoaosexismo #eunaosoufeminista

  13. Mulher tem vantagem pq tem uma delegacia exclusiva para elas? Violencia dosmestica é uma coisa muito presente no brasil e muitas muheres tem vergonha e medo de admitire voce vai falar o que sobre elas? que ela nao possuem coragem ou suficuente, nao foi educada, nao sobe escolher um homem? e Igualdade de salario? em qualquer area tem precoceito e desmerecimento do seu trabalho, teve muitas mulheres que chegaram ao topo sozinhas SIM, porem é comum salarios serem menores em qualquer area. Agora sobre usar roupas curtas,muitas mulheres dizem “mulher que usa roupa curta nao se da o valor” mentira ela se da o valor sim ela sai do jeito que ela deseja, ela é corajosa ainda mais em um lugar aonde vc sofre assedio em qualquer lugar por suas roupas, e voce realmente acha que é culpa das mulheres serem assedias, vc acha normal homens assediar? nao tem nada de errado com esse ser que é impossivel chamar de homem? O feminismo retratado no brasil hj em dia pelas pessoas contra ele que é um movimento para que mulheres possam tirar uma vida” aborto” ou usar roupas curtas.Nao pessoal nao é isso é igualdade de salarios e reconhecimento,e contra o assedio que a mulher recebe, fora a violencia domestica. é muito comum ver mulheres brigando em si por causa disso, como discussoes sobre politica. porque um nao gosta do opiniao do proximo e inves de argumentar nao começa a criticar e jugar,mas qm é qm para poder julgar uma pessoas, temos que ser mais tolerantes assim todos crescemos juntos, se voce é contra o aborto OK é sua opiniao e seus principios mas vamos dizer nao a violencia domestica , inves de ficar criticando vamos dar força e coragem para essas mulheres que sofrem isso para poder denunciar e nao ter vergonha. se voce é contra a parte do movimento feminista que apoia a mulher se vesti do jeito que desejar, vamos parar de falar que ela esta vulgar errada , guarda isso para voce e vamos dizer nao ao assedio. Nao é pq vc tem coragem ou forças pra dizer NAO que todas terão, entao vamos ajudar elas dizerem nao

    Desculpa o texto enorme e cheios de erros gramaticais mas é o que sinto e espero sua compreensao

    1. O problema não são os erros gramaticais, é ter que ficar vendo repetirem as mesmas falácias feministas o tempo todo, de quem demonstra não ter lido as críticas que se fazem ao feminismo.

    2. “Mulher tem vantagem pq tem uma delegacia exclusiva para elas?” PIOR, MUITO PIOR! A delegacia da mulher, as varas especializadas em violência contra mulher e até mesmo Justiça em geral, muitas vezes, graças às secretarias “da mulher” (feministas) em cada TJ fazem que a mulher seja vista SEMPRE como vítimas e a palavra dela valha não só como evidência, como evidências contrárias à credibilidade da mulher estão sendo desentranhadas os processos, um procedimento que só pode ser considerado, como FASCISTA.

      “Violencia dosmestica é uma coisa muito presente no brasil e muitas muheres tem vergonha e medo de admitire voce vai falar o que sobre elas?” Eu vou falar que não são só mulheres. Homens são vítimas em números próximos ao de mulheres e as piores vítimas de violência doméstica são idosos e crianças. Contra crianças, as maiores espancadoras físicas e psicológicas, torturadoras e assassinas são mulheres, destacando as próprias mães, que matam os próprios filhos 2x mais que os pais.

      “que ela nao possuem coragem ou suficuente, nao foi educada, nao sobe escolher um homem?” Isso conta também, mas não é desculpa pra culpar nenhuma vítima.

      “e Igualdade de salario?” É uma falácia feminista conhecida, sempre refutada e mesmo assim repetida por gente que QUER acreditar em feministas. Não só não se espera que as mulheres tenham o mesmo desempenho que os homens (e isso é discriminatório contra elas), como mulheres em geral não têm o mesmo desempenho. Elas se ausentam mais e 20x mais para cuidar da saúde, não se deslocam pra tão longe, não fazem os trabalhos mais enfadonhos, insalubres, perigosos, desprazerosos, penosos, não pegam os horários de turno que ninguém quer. Elas têm mais qualidade de vida, se preservam mais, ganham menos e os homens, que ganham mais EM MÉDIA, repassam renda para suas companheiras: Mas que “machismo”!

      “em qualquer area tem precoceito e desmerecimento do seu trabalho, teve muitas mulheres que chegaram ao topo sozinhas SIM” NÃO, NINGUÉM chega ao topo sozinho, qualquer executivo ou empreendedor pode te dizer mais essa obviedade. Claro que o talento, dedicação pessoais fazem uma enorme diferença, mas não são “as mulheres”, como “classe” as mais sofridas do Universo nisso. Isso tudo tem preço, é preciso pagar o necessário, chegar lá e ter o bom e o ruim – como perder os filhos emocionalmente.

      “porem é comum salarios serem menores em qualquer area.” Homens não têm, nunca tiveram, nem terão, culpa NENHUMA nisso.

      “Agora sobre usar roupas curtas,muitas mulheres dizem “mulher que usa roupa curta nao se da o valor”” Eu NÃO ME IMPORTO se a mulher usa roupa curta ou se ela é promíscua. Isso é problema dela, não meu. Se ela for de alguma forma DESLEAL, isso sim faz diferença.

      “mentira ela se da o valor sim ela sai do jeito que ela deseja, ela é corajosa ainda mais em um lugar aonde vc sofre assedio em qualquer lugar por suas roupas, e voce realmente acha que é culpa das mulheres serem assedias, vc acha normal homens assediar?”

      Depende do que você chama de “assédio”. Se em uma certa cultura, uma certa roupa atrai certo tipo de homem, ou se eu, me apresentando dessa ou daquela forma, atraio um certo tipo de mulher, ou um certo tipo de homem, eu vivo nessa cultura, não sou alienígena, nem feminista, nem delirante, eu sei o que estou fazendo. No Brasil, mulheres usam roupas curtíssimas e sexies. Nós, brasileiros e brasileiras, gostamos disso e NINGUÉM tem o direito de estuprar ninguém por roupa curta, isso está na LEI. Entre os mais incultos existe o mito de que roupa curta atrai estupro, mas isso é falso. Entre feministas canalhas, existe o mito de que no Brasil os homens criaram um sistema pra poder estuprar à vontade mulher que usa roupa curta, o que é mentira: Se essa fosse a nossa cultura, nossas mulheres não usariam roupa curta, pq elas não são loucas, aliás, como já disse e qualquer um sabe, mulheres são mais ciosas de sua autopreservação e segurança do que os homens.

      “nao tem nada de errado com esse ser que é impossivel chamar de homem?” Sempre que for falar que alguém não é homem, reduza-se a si próprio, não seja CALHORDA. Todo homem é homem e toda mulher é mulher, sem dúvida, mesmo o criminoso. Não são os SEUS critérios feministas que vão medir a masculinidade de ninguém além de você próprio.

      “O feminismo retratado no brasil hj em dia pelas pessoas contra ele que é um movimento para que mulheres possam tirar uma vida” aborto” ou usar roupas curtas.” Não, feminismo é um movimento de ódio e incoerência onde TUDO que existe, e até o que não existe de problema, é distorcido e apresentado como culpa do homem. Mesmo quando o problema vitima o próprio homem.

      “Nao pessoal nao é isso é igualdade de salarios” – Não, não é (já explicado).

      “e reconhecimento” Não, também não, mulheres são reconhecidas sem feminismo, óbvio!

      “e contra o assedio que a mulher recebe” – Também não, já que feministas redefinem a palavra “assédio” á vontade DELAS, sempre a fim de culpar, demonizar e criminalizar OS HOMENS COMO UM TODO, E VOCÊ SABE DISSO!

      “fora a violencia domestica.” – Outra mentira (já explicado, embora brevemente pq já basta eu ter que responder textão de feministo, não vou aprofundar mais, especialmente pra quem não quer saber.

      “é muito comum ver mulheres brigando em si por causa disso, como discussoes sobre politica.” É, mulher tem cérebro e pode discordar (incrível!) até mesmo da doutrina feminista.

      “porque um nao gosta do opiniao do proximo e inves de argumentar nao começa a criticar e jugar,mas qm é qm para poder julgar uma pessoas, temos que ser mais tolerantes assim todos crescemos juntos” – Fale isso para feministas, vão dizer pra vc calar a boca porque você é “OMI”. E se vc não é cidadão lá, está tendo bastante tolerância aqui, já.

      “se voce é contra o aborto OK é sua opiniao e seus principios” – Diga isso às feministas, nós já sabemos.

      “mas vamos dizer nao a violencia domestica” – Onde alguém aqui defendeu a violência doméstica como “direito dos homens”? Nós só mostramos como feministas MENTEM sobre isso.

      “inves de ficar criticando vamos dar força e coragem” – Vamos criticar SIM, TUDO QUE ACHARMOS QUE DEVE SER CRITICAO.

      “para essas mulheres que sofrem isso para poder denunciar e nao ter vergonha.” Não são só mulheres (já dito).

      “se voce é contra a parte do movimento feminista que apoia a mulher se vesti do jeito que desejar” – Não, eu não me importo com as roupas dos outros. Se EU achar vulgar, problema meu, opção minha, é só EU não me juntar, já que eu sou “chique”, “modesto”, “puro” demais. Vistam-se como quiserem, só não venham me dizer que eu tenho que sair pra virar segurança grátis, pq tem polícia “machista” aí pra isso.

      “vamos parar de falar que ela esta vulgar errada” – Quem achar que é vulgar e errada, não é feminista que vai silenciar os outros (como feministas dizem). Repito, eu pouco me lixo se a pessoa se veste vulgarmente ou não.

      “guarda isso para voce e vamos dizer nao ao assedio.” – Já falado antes.

      “Nao é pq vc tem coragem ou forças pra dizer NAO que todas terão, entao vamos ajudar elas dizerem nao” – 1) Não é você que tem o direito de dizer o que nós aqui devemos ou não fazer. 2) Se ela não diz NÃO, quem sou eu pra enfiar NÃO na língua dela? Pra que, pra ser chamado de “machista opressor estuprador”? Não estou interessado. Aliás, eu nem sei do que você está falando, parece que você vem de algum planeta onde as mulheres são escravas, sem coragem de dizer não a um homem que chama ela pra a cama, é isso? Talvez VOCÊ não tenha coragem de dizer NÃO a uma mulher, porque isso é muito comum.

      1. Eu sou contra as mulheres que saem nas ruas praticamente nuas. Eu sei o que eu vejo todos os dias pelas manhãs ao ir ao trabalho. Deixei de usar roupas um pouco apertadas,como calça jeans,por conta do assédio,ou seja,assobios,”ô lá em casa”…! Isso não é nada legal,não é nada fácil ser mulher,para ser vista como um pedaço de carne suculenta por alguns homens,que,mesmo a mulher acompanhada com seu marido/namorado há homens que não tem um pingo de respeito.Uma amiga minha chegou a ir para o colegio á pulso,porque ela possuia um corpo invejável,bem estrutural…e que chamava atenção dos homens,mesmo ela usando roupas folgadinhas. Onde eu moro tem homens que quando veem uma criança arrumadinha,ficam logo excitados e olhando essas crianças com olhares ”safados”. É só a mulher passar um batonzinho que desperta atenção de vários homens,que começam a fazer piadinhas de mau gosto,uns chegam até a falar ”baixaria”,não importa onde esteja.Eu não sou feminista nem maxista,mas luto pelos meus direitos. Só acho que,algumas mulheres deveriam dar-se o respeito.

        1. o problema não é a luta contra o assédio, estupro e violência doméstica ou até mesmo mercado de trabalho. O problema é o próprio movimento. Há uma segunda intenção por trás dele, e não é nada boa.

  14. Bruno Ricardo LANZA CARDOSO

    cara, estou solteiro há 1 ano, não porque não gosto de mulheres, sou heterosexual, adoro as mulheres. Mas quando tento me relacionar para namorar com alguma, eu penso no ser que elas estão se tornando, é difícil dizer isso, mas me enojam. O jogo de interesse que elas fazem, o jogo psicológico, a falsidade. Olha, sinceramente, eu acho que hoje em dia pra namorar, só se for com uma índia, daquelas que nem teve contato com homem branco, que são puras de pensamento, de coração. Nós homens estamos nesta sociedade sendo taxados como seres do mau, abusadores, estupradores, ruins, falsos, etc. Claro que tem situações em que homens cometem crimes e este tem que pagar pelo que cometeu, mas o fato é que todos os homens estão sendo julgados como delinquentes. Onde esta sociedade vai parar? Todo homem já está nascendo com este fardo nas costas, mesmo sendo pessoa de bem. É isso aí, mulher moderninha pra mim eu quero é distância. Quero é uma “bicho do mato” boa de coração, verdadeira, carinhosa, mulher de verdade! Paz no coração!

    1. kkkk finalmente com este seu comentário é sinal que o feminismo está aos poucos se vingando dos homens. olha o chororó.

  15. Ola,voces tem alguma pagina no face?
    Parabens pela coragem,pois hj qualquer coisa que é relacionado contra o feminismo é mal visto e é repugnante para elas ..
    Parabens texto

  16. Spider Man TERRÔ DAS NOVINHA

    Então você simplesmente é contra que homens e mulheres tenham direitos iguais?
    Ah, tá bom.

      1. Spider Man O Namorador

        olá. Há um ano atrás movido pela doutrinação da minha escola e das redes sociais eu defendia o feminismo pq realmente achava como algo bom que só tinha boas intenções. Hoje em dia eu vi o quanto eu estava errado, aprendi que eram tudo metodos da esquerda para atrair pessoas para o comunismo e hoje retiro tudo que eu disse. Desculpa por fazer você ler um comentário bobo e idiota como o meu

  17. Pois é, o site é suprapartidário. “ká ká ká “. Vimos seus comentários “honestos” como este por diferentes artigos. Bem-ido.

  18. É isso que aconteceu, minha colega era mô gente boa com todos os meus amigos, nós eramos amigos dela também, dai uma semana depois ela voutou intrigada e revoltada, gritava com todo mundo e não parava de conversar com as meninas.
    Nessa semana eu tentei chegar perto dela e perguntei: “ta tudo bem?” e ela falou “Não é do seu interesse seu machista” então fui embora. Até que no dia seguinte as meninas da minha sala estavam rejeitando a aproximação dos meninos como se carregássemos uma bazuca na mão até que uma menina novata descobriu que elas estavam fazendo um movimento de revolta chamado “Feminismo”. Achei muito triste, nós gostavamos de ir um na casa do outro, jogar online um com o outro só que agora elas tinha nos excluido os meninos começaram a se sentir só socialmente falando, só podiamos nos falar entre nos mesmos até que a situação se alastrou por todo colégio chegando até os professores, a ultima peça teatral com participação somente de mulheres ofendia o sexo masculino e dizia horrores sobre a base da familia natural ou seja um pai, uma mãe e filhos o que seria comum pois acontece até no reino animal. Achei que elas foram longe demais até que um nerd da minha sala tentou enturmar com o grupo das meninas e elas o espancaram em grupo nem deu pra ver o que aconteceu com ele por causa do montinho que tinha se formado, quando elas sairam de lá eu pude ver meu amigo machucado tudo por culpa de um movimento desnecessário como esse que esta tirando muitas vidas de homens e crianças!
    O feminismo esta simplesmente querendo ser contra a vida, desfazendo o laço familiar e matando pessoas de bem que não querem mal a ninguem.
    Eu não sou a favor do feminismo e isso não me faz machista, isso me faz racional porque para criar uma coisa tão idiota só um jegue mesmo! Isso ainda esta acontecendo no meu colegio e não sei quando vai parar pena que não posso me espressar 🙁

      1. Pq mentirada??Vc tava lá pra saber??Feminista é assim mesmo! A maioria na verdade! Conheci uma que se tornou e se afastou de todos que não tinha a mesma visão que a dela! isso não é intolerância?? Acha todo homem em potencial estuprador…fala que é certo mulher trair! Isso é feminismo?? Feminismo pelos direitos iguais acho super válido! Mas tem mulher que acha que feminismo prega o direito de trair e pegar quantos quiserem ! Traição em qualquer esfera da vida e deficiência de caráter , seja para o homem oun a mulher!

  19. Bem, só quero afirmar e dizer mais uma vez como outros já disseram que feminismo NÃO significa a mesma coisa que machismo, primeiramente porque o machismo é contra a mulher e em hipótese alguma o feminismo é contra os homens, quer tomar os direitos deles ou fazê-los inferior. Dificilmente você vê algum(a) feminista pregando discurso de ódio aos homens, mas você vê machistas tendo tal atitude contra mulheres. Segundo, o machismo mata e se você for no mínimo coerente vai saber disso, agora pesquise em qualquer mecanismo de busca os índices de morte por feminismo. Respondendo a mais uma de suas ignorâncias, realmente os homens são mais vítimas de crimes contra a vida e tem uma expectativa de vida menor, mas geralmente são outros homens que praticam os crimes por preconceito contra homens mendigos, homens homossexuais, homens transexuais, etc. E se os homens morrem mais cedo que as mulheres é por estarem comprovadamente por estudos mais envolvidos com o álcool, com a nicotina, com hábitos alimentares decadentes e por serem mais imprudentes no trânsito. E se os seguros para as mulheres são mais baratos tenha certeza que é porque elas são mais cuidadosas e ressentidas para estacionar, para checagem de segurança, para realizar manobras e tomar decisões no trânsito (Obs.:Não quero dizer que não existem homens cuidadosos). A mulher não precisa se alistar no serviço militar, mas isso não passa de mais uma atitude machista dos homens, de “nós” homens, a culpa é nossa, a gente que criou essa concepção de que as mulheres devem ficar em casa para comandar a cozinha e promover apenas a reprodução. Nas baladas realmente mulheres tem entrada gratuita até determinado horário, mas não passa “mais uma vez” de uma das nossas atitudes machistas de objetificar a mulher, usando-as como iscas para atrair homens para as festas e quando elas recebem desconto na bebida, é mais uma atitude materialista de deixá-la bêbada para facilitar leva-la para a cama. E quanto a essas pessoas que dizem que não devem nada ao feminismo e que nunca precisou lutar para ter destaque, eu utilizo o pensamento do Alex Castro, como quase tudo que eu citei aqui: “Eu também afirmo: nunca precisei lutar para viver no Rio de Janeiro. Nunca. Jamais disparei um único tiro para ser carioca. Mas isso é só porque, entre 1555 e 1565, meus antepassados travaram dez anos de guerra feroz contra os antepassados dos atuais franceses para decidir com quem ficaria essa baía tão linda.” E quantos ao resto do seu posicionamento, existe sim pessoas que se utilizam do feminismo para justificar suas concepções fanáticas e equivocadas sobre o “FEMINISMO” e subvertê-lo, nesse caso notamos o “FEMISMO”. Quanto a essa piada pública, vulgo Aldir Gracindo, só espero que ele não tenha uma filha mulher, porque o machismo vai ser duplo: familiar e social. E se vocês estão reclamando da forma errada que muitos “feministas” respondem a vocês com xingamentos e palavrões quando se posicionam, esse Aldir Gracindo, um machista incubado ou talvez apenas um homem decepcionado com algum acontecimento e decidiu ser contra as mulheres, faz a mesma cosia, só que usando eufemismo e um léxico mais culto. Estudem um pouco mais da história das mulheres de antigamente, tenho certeza que vão conseguir alguns arquivos mostrando que não era em todas as sociedades que as mulheres simplesmente podiam escolher estudar ou fazer qualquer outra atividade, não sendo inferiorizadas, e como leio bastante não é 30% das mulheres que recebem salários inferiores exercendo o mesmo cargo e sim de 5% à 7% dependendo do país, mesmo assim a divergência existe e serve de argumento para a presença do feminismo na sociedade, medidas diferentes à pesos iguais? E não se dê ao trabalho de me responder, apenas reflita. A sua ignorância parece intransponível porque está dotada de ódio e você simplesmente não quer enxergar, mas o feminismo é um ganho até para “nós” homens que não precisaremos ficar sempre com o papel de tomar sempre a iniciativa, de estar no comando, de ser o provedor, de ter que ganhar mais (Alex Castro, 2012). O texto é autoral.

      1. Claro, ele repetiu todo o mesmo discurso de textão que vocês jovens que ficaram fanáticas com esse movimento utópico costumam postar.

    1. Mr. Santos, quanto bobagem…cara, to aqui boquiaberto.
      1 – “Dificilmente você vê algum(a) feminista pregando discurso de ódio aos homens…”
      YouTube mano…vai no yt, vá a uma passeata feminista…caralho, de onde vc tira tanto excremento? Você acha que estas discussões envolvendo feministas e QUEM NÃO CONCORDA COM O FEMINISMO esta tão em alta porque? Caralho! Justamente porque homens que abominam violência contra mulheres e tratam as suas como verdadeiras rainhas (que são a maioria de nós), estão sendo chamados de “potenciais estupradores”. Quer falar merda ouve merda. Não importa o que esta defendendo, se ta falando merda é bosta em dobro que volta..simples. Então ta mulheres, fiquem longe de mim e de qualuer outro homem, porque somos estupradores por natureza.

      2 – “Segundo, o machismo mata e se você for no mínimo coerente vai saber disso…”
      Chezuizi! CHE-ZUI-ZI!!!! Quem mata são pessoas (homens, mulheres, velhas, velhos, ) e não movimentos! Claro!, agora eu participarei de movimentos para matar mulheres. WTF !!!!!! QUÊ???. Você esta tentando dizer que as mulheres estão em perigo porque os homens estão atras delas as matando. E logo em seguida, tenta justificar as mortes de homens (que são infinitamente maiores do que as mortes de mulheres) por preconceito entre os mesmos? Mano, mas que porra é essa que vc esta dizendo?

      3 – “mas geralmente são outros homens que praticam os crimes por preconceito contra homens mendigos, homens homossexuais, homens transexuais”
      HAHAHAHAHAH caralho! Então os assassinatos envolvendo homens podem ser qualificados da seguinte forma: Se vc é hetero é assassinado…se é homossexual, também…se é mendigo, também. Gênio! Ta ai a solução para uma sociedade decadente (qto mais decadente mais violenta…fato, porra!). 70 mil são assassinados todos os anos no Brasil (mais do que as guerras recentes podem matar), e apenas 3 mil desse bolo todo são mulheres. Estou dizendo que defendo o assassinato de mulheres agora por ter visto esta estatistica? Aposto que vc deve estar pensando que sim. Mas, serio, nem vale a pena continuar.

      Eu realmente estou boquiaberto com argumentações de
      “chamada de jornal”, manja? Aquelas letras em negrito para chamar atenção do leitor? Vocês pegam aquilo e saem discursando por ai. Sem conteúdo, sem base histórica, sem números. É como ouvir qualquer petista discursando. Todo enrolado, argumentos tão fracos que causam vergonha alheia para quem ouve. PQP….aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!@!!!!!!!

      1. Rick jc, vc é um tremendo analfabeto funcional. Não consegue interpretar um texto que está com as informações já “mastigadas”…vc só faz parte da massa que distorce as informações e replica, por isso existe tanta gente ignorante com ar de “sabe tudo” nessa internet..

        1. Aldir Gracindo

          Quem disse que aqui é lugar pra feminista posar de donas da capacidade de interpretação, coisa que vocês nunca foram e nunca serão? O Alex Castro é um pós moderno conhecido que propaga todo o ódio new left por onde vai. É um racista, sexista e intolerante contra tudo e todos que não se submetem á ideologia que ele quer apregoar. Mas não aqui. Banida.

          1. babaca. Pegue sua ignorância e faça bom uso dela. Besta é quem gasta tempo discutindo com gente como vc

    2. Aldir Gracindo

      Feminismo jamais poderia significar o mesmo que machismo, porque feminismo inventou o “machismo”.

  20. vocês parecem não entender a diferença entre “igualdade” e “superioridade”. feminismo é o movimento que luta pela igualdade entre homens e mulheres. se você conhece alguma mulher que quer ser superior aos homens então ela é femista, não feminista, aí já é outra história e estamos falando é de feminismo, certo? só porque eu quero ter os mesmos direitos que os homens não significa que eu odeie os homens, que eu quero ser melhor que eles, muito pelo contrário, só quero ser igual á eles em questão de respeito e direitos. quer dizer que eu sou venenosa por causa disso? então ta né.

  21. Mas se existe o machismo isso também não é da responsabilidade das mulheres? . Afinal as mulheres são também responsáveis pela formação e educação dos homens machistas. O feminismo seria um fim em si mesmo ????

    1. Heitor Bergmann

      Sim, machismo também foi e é reproduzido por mulheres, com a diferença de que elas não são beneficiadas com isso (argumento feminista. lembrando que não quero ser protagonista do movimento).

    1. Darlan Dos Santos Oliveira Jun

      chore.suas lagrimas suas regras não,ou melhor vão mostrar os peitos na rua e dizer que é contra o machismo e seus derivados,dizer que os homens “ditam a sociedade” enquanto dita que todas as mulheres tem que ser a favor do feminismo.

      1. genero sexual nao define o que penso. É nojento para uma mulher de verdade que paga suas contas ou por um negro digno e inteligente usar de lei para mostrar que e capaz. Ser mulher não deve ser dado como meio de defesa. Existem muitas prostitutas que devem ser colocadas em seu lugar que usa da lei maria da penha. Eu conheco uma Mulher chamada Tais Franciele que e uma cadela e deve ser punida. Por usar da lei para destruir homens de bem.

  22. Rômulo Rodríguez

    Sobre as consequências dos comentários:
    Sabe… Hoje percebe-se que a formação do homem em rede, tanto de comunicação ou no processo educacional seja ela escrita ou digital, formal ou informal (desenhos e etc) se baseia já em ideias feminista e o resultados não são tão promissores. Exemplo
    Fico olhando os nossos dias, homens afeminados e de personalidade frágil, sentimentais, fracos emocionalmente, sem virilidade, sem características, pessoas sem atitudes exatas, indecisos, incapazes de agir com atitudes contras mulheres por medo de ofende-las emocionalmente. Sem falar em trabalho pesado, cabo de enxada, par, carregar uma areia e etc. E detalhe. Características que a grande maioria das mulheres (feministas e não feministas) gostam, para se relacionar… Acredito que isso seja contraditório, sem sentido, matar algo de preferencial das maiorias. Isto é fundamentos de ideias socialista que conquistam jovens e universidades, transformando o homem para ter atitudes de mulheres que por sinal gera uma serie de consequencias
    + Homens afeminados
    + Mulheres solteiras
    + Relacionamentos extraconjugais
    + Decepções amorosas = Lesbianas e Gays.
    Sem seguir regra em geral…
    Ahhhh e começo disso tudo foi no livro
    A origem da família da propriedade privada e do Estado
    F. Engels
    :/

    1. Você é ingênuo, essa é a tática do socialismo, transformar o instinto do homem parecido com o da mulher, assim ficará mais fácil doutrinar o exército e os homens do governo. A visão utópica do socialismo é transformar o mundo em igualitário por inteiro para no final instalar um governo ditatorial. Em um governo ditatorial não há liberdade, tudo é confiscado, até mesmo as cartas. Um amigo meu que tem amigo de intercambio em Cuba disse que até as cartas que o cidadão envia para qualquer pessoa podem ser confiscadas. O Brasil e o mundo é comunista em essência, vivemos em coletividade, ainda que egoístas e consumistas, visamos ser aceitos na sociedade e nos vitimizamos o tempo inteiro, fomos mimados na infância, nos últimos tempos. Não demorará muito e em breve a maior potência mundial terá toda sua filosofia baseada no socialismo. Finalmente, eles conseguiram se instalar na maior potência mundial usando uma mulher. Xeque Mate. Se Hilary ganhar será só o início. O que eu escrevo aqui não sou eu quem diz, tenho fontes de filósofos, Olavo de Carvalho é um deles. Não idolatro nenhum desses filósofos, apenas acredito em alguns de seus estudos, pois, nos últimos tempos suas teorias estão começando a fazer todo sentido. O que faremos? Não sei. Se não posso com o inimigo, tenho que me aliar a ele e tentar sentir prazer com a minha nova falsa liberdade. Digo falsa porque estão me impedindo de exercer os meus instintos masculinos. Não sou uma mulher. Agora, diga, como vamos lutar contra bilhões de cidadãos socialistas mundo afora? Bem, talvez nós não precisaremos pegar em armas, no futuro… O Oriente Médio se encarregará de fazer isso. São os únicos que o comunismo socialista não conseguiu doutrinar. Os machos alfas do oriente contra os betas feminizados do ocidente. Talvez será dessa forma que começará uma grande guerra, no futuro. Difícil prever.

      1. E te digo amigo: os países orientais estão ávidos para tomar o poder imperialista e o trono americano. A inveja e a ambição os consome a cada dia.

      2. Rômulo Rodríguez

        Calma V. Hugo,rs. Realmente você tem razão na maior parte do seu comentário e eu não sou tão ingenuo como achas. Existe sim um plano maior, sei muito bem do plano de cultura da Esquerda que quer impor no mundo, com o politicamente correto e suas loucuras morais, a ideia de derrubar a América constitui em destruir 3 bases, patriotismo, moralidade e espiritualidade. Tenho dedicado os meus estudos e interligando eles, ja cheguei até o ponto como o Lobão (Manifesto na terra do nunca) e averiguando os texto do movimento antropofágico que foram baseado e influenciado em uma cultura de esquerda, ou seja, toda nossa literatura arte e musica. Através da filosofia, antropologia, sociologia debato sempre que posso com comentários na Uol, Catraca e outros site que me pego lendo… Seria muita coisa para te expor por aqui, levaria 1 ou 2 dias pessoalmente dizendo tudo. Portanto só pontuo no que disse sobre o que fazer. Acho que devemos combater, mostrando as consequências e os efeitos que eles fazem a sociedade, não é fácil, mesmo tendo todo o conhecimento é muito difícil, pq se trata de um quantitativo muito grande de histéricos sociais. Então recomendo ler mais e combater, mais com inteligencia, pq eles são muito esperto e eles usam muito vitimismo.
        Olha, o Olavo é um pioneiro que abriu nossos olhos, e tenho total reverencia, mais recomendo mais base de leituras e videos para não pirar.

        1 Videos:
        AGENDA – Documentário completo e legendado (youtube)
        A historia do socialismo – porque matar é fundamental
        o mundo perdido do comunismo
        Comunismo-Socialismo historia de uma ilusão parte 1,2,3,4 e 5
        Conheça a historia do campo de concentrações Gulags
        O contra golpe 1964 a verdade sufocada
        2 Leitura:
        Lobão – Manifesto na terra do nunca
        Pondé – Politicamente incorreto do sexo e da filosofia
        A filosofia da Adultera
        Filosofia para Corajosos
        Nelson Rodrigues todos se possíveis
        Von Mises
        Edmund Burke
        Blaise Pascal
        Santo agostino
        3 Literatura
        Os clássicos, Dostoiévski, Shakespeare e etc… Ai vc vem com a gente defender a verdadeira liberdade. Tmj irmão abraço.

    2. Desculpe pelo que falei sobre o feminismo. Andei conversando com algumas pessoas na internet e percebi que estou errado. O feminismo é bom. O problema são as radicais. Esqueça tudo o que escrevi no meu comentário, falei muita besteira. Talvez eu tenha interpretado mau o Olavo de Carvalho. E o comunismo também não é ruim, pelo contrário. Assisti a uma palestra do Jean Willian no youtube e ele explicou que o socialismo não funciona se houver um governo ditador. O socialismo é bom sim, o que corrompe são os extremistas. Mas cada um tem a sua própria visão filosófica. Prefiro ser de Centro: amar o lado bom da esquerda e o lado bom da direita. Abraço amigo, fique com Deus.

  23. Victoria Hormann

    quais sao as fontes históricas ? da onde tiraram que “Na Idade Média, as mulheres tinham acesso a grande parte das profissões, assim como o direito à propriedade.Também assumiam a chefia da família quando se tornavam viúvas. Também estudaram nas universidades da época, inclusive, davam aulas, como a física Trótula de Salerno.” gostaria de conferir a veracidade disso

    1. Já vi menções disso, inclusive na Wikipedia, mas infelizmente não tenho fontes de cabeça para citar sobre isso.

  24. Boa tarde Nati (minha xará),

    Escrevo regularmente matérias contra o movimento feminista que está ai hoje, gostaria de indicar minha página na rede social Facebook: https://facebook.com/natanenovo onde você pode conferir tais artigos.

    Gostaria de sincronizar melhor com todos que defendem os mesmos ideais de liberdade e igualdade, sem extremismos, fazendo entrevistas, trocas de matérias, etc. com você. O que acha? Toparia um hangout?

    Abraço!

  25. Tadinha tá querendo biscoito de macho, amiga apenas pare por que está feio. As feministas não te odeiam apenas sentem pena de você por comprar e reproduzir esse discurso falido do patriarcado, você falou um monte de coisas que você mesma não tem como provar. Cade as fontes históricas eu quero provas meus amor por que falar ate papagaio fala. Repare que só os homens estão aplaudindo seu texto, por que será ne?.
    Eu detesto sentir vergonha alheia mas confesso que estou morrendo de vergonha por você,querida apenas melhore.

    1. Expulsa deste site por desrespeito. Vou deixar seu comentário para os outros verem um exemplo de matéria de esgoto em forma de gente que não é tolerada aqui.
      Ademais, não são só homens aplaudindo este texto, como qualquer pessoa com o mínimo de sentido moral + alfabetização consegue ver nos comentários. Passar mal no inferno, caso exista um você pertence a ele.

  26. gabrielle castelani

    Parabéns pelo artigo, não concordo com muitas das ideias do feminismo mas até hoje nunca tinha lido algo contra feministas que também não me causasse raiva.

  27. Wagner Correia (Sr. W)

    Achei o texto muito bom… Talvez o melhor! A sabedoria da autora excede profundamente qualquer argumento de um homem contra o feminismo. Até porque um homem não pode falar dessas doentes que andam brotando aos montes por aí (feminazis) se dizendo feministas, o que pra mim, só pela terminologia -ista já diz o quanto não presta nem pra limpar meus sapatos!

    A autora defende com autoridade uma realidade que é mais profunda que a suposta dominação masculina. Fala-se muito de desigualdade de gêneros e finalmente as feminazis acertaram! Há sim uma desigualdade enorme hoje em dia. A onda desemprego que assolou o país atingiu número maiores de mulher que o de homens, mas um número não foi levado em consideração nas pesquisas: No Brasil, o contingente populacional é de uma proporção de 5/7 (aproximadamente 5 homens para 7 mulheres), ou seja, o índice de mulheres no país é vertiginosamente superior ao de homens, portanto, o maior número de demissões teria que ser a do maior contingente, lógico! Aí uma feminazi com remela no lugar de miolos vai dizer que a supremacia masculina hetero branca elitizada decidiu demitir as mulheres em massa! Nessa hora, eu (homem, branco e hetero) afirmo: Tem muitas (pretas (isso não é racismo, até porque quem tem raça é cachorro, estou apenas me referindo a cor da pele, que nem de longe é preta, assim como eu não sou branco, estaria mais pra pardo, mas se me chamarem de branco tenho que aceitar) e homossexual) aos cachos empregadas por aí e não saio por aí fazendo discurso de ódio para com essa situação!

    Acho um absurdo esse politicamente correto que impede uma pessoa de se referir ao afro descendente como preto! Se eu tenho que chamar de negro, me chama de alvo, que aí sim haverá coerência no discurso dos dissociadores que andam ditando certas regras esdrúxulas!

    E outra, porque razão, um hetero pode receber a alcunha que um homossexual quiser lhe dirigir e o mesmo hetero não pode atribuir ao homo a alcunha que bem entender também?

    Desculpa, mas eu vejo no ativismo feminista uma manobra esquerdopata que pega todos esses grupos auto-inferiorizados (me refiro ao gay que se põe a margem da sociedade com propostas de lei especificas, assim como o “negro” que tira vantagens de cotas raciais, a mulher que desconhece o poder que ela tem por natureza e sua força natural e sua responsabilidade como a metade do elemento que forma a humanidade), empoderar eles (odeio essa palavra, se tem uma palavra que eu riscaria do dicionário é essa “empoderar”) e criar uma guerra ideológica com as marionetes do governo e o cidadão de bem! A gente acaba ficando com certo ódio desses manipulados, porque eles simplesmente abraçam a causa doentia pregada pelos governantes e pela mídia e se põem na linha de frente e sempre na posição de vítima! Como só há agressor quando há vítima, eles se fazem de vítima e na hora, somos tachados como agressores, opressores, enfim, tudo aquilo que eles gritam aos quatro cantos do mundo! Aí, nessa hora, o governo se empodera contra o cidadão de bem, as feminazis permanecem na merda, os gayzistas permanecem no lixo, os negros permanecem na favela assim como todo o resto da sociedade (que outrora fora chamada de operadora) que permanecerá no fundo do poço!

    Depois, vão todos se unir de novo, como aconteceu em 2013 pedindo o impeachment da presidanta do Brasil. Essa mesma anta, que outrora, fora guerrilheira, sequestrou, matou, roubou bancos em nome de la revolución! E essas merda ainda era feminazi também! E elas devem achar lindo o exemplo da vagabunda que já foi expurgada do poder! Aí, agora se vitimizam, se colocam no lugar das oprimidas.

    Agora, minhas considerações finais:

    O preto é igual ao branco, a gente só tem a cor diferente!
    O gay vale tanto quanto um hetero, vocês só gostam daquilo que nós repudiamos, e vocês repudiam o que nós gostamos!
    A mulher e o homem são duas metades de uma raça chamada HOMEM, não é porque a raça humana se define pelo nome HOMEM, que a mulher deixou de ser HOMEM na espécie! Todos somos da espécie HOMO Sapiens Sapiens, da qual deriva-se o nome HOMEM! Somos exemplares dessa espécie que de sapiens já não tem mais nada!

    Vamos parar de hipocrisia, mendigaria, de vitimismo barato e de mimimi!

    Somos todos iguais perante os olhos do Criador, acreditem ou não num criador, somos todos uma massa de 70% água e 30% sais. Quando morrer, farei tanta falta quanto uma barata e você também!

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *